A profissionalização do Esporte e da Arte | Fúria Hip Hop
Rádio Fúria Hip Hop
O portal Fúria Hip Hop pretende informar e entreter todos os interessados no movimento Hip Hop do Rio de Janeiro como também os interessados na musica Black, que tocam e curtem os bailes e festas. Mostrar todas as festas do Rio de Janeiro através de uma cobertura com matérias, entrevistas e fotos. E com a nossa rádio. Ouça a nossa rádio www.furiahiphop.com
Comentários

    A profissionalização do Esporte e da Arte

     

     4E – 4 Elementos, Resgate, Cidadania, Cultura e Desenvolvimento instituição inaugurada dia 04/04/2007 , localizada no Becco do Bragança, nº 12-201 / Centro / Rio de Janeiro / RJ / CEP:20091-010 / Telefone: (21) 2223-4558.

     

     

    Têm por Objetivos Gerais:

    A profissionalização do Esporte e da Arte, através de oficinas e cursos que possam viabilizar o seu reconhecimento no mercado de trabalho;

    Resgate de valores;
    Reestruturação familiar, através de acompanhamento médico e psicológico;

    Campanhas de conscientização sobre Racismo e Direitos da Mulher;
    Fóruns sobre políticas públicas.

    A ORIGEM

    ANDREIA RAVELL, a idealizadora e atual presidente da instituição 4E, vivenciando em sua realidade social, cultural e profissional todas as mazelas das classes menos favorecidas.
    Produtora Cultural há 16 anos, também é cantora e compositora. Em 1995 gravou seu 1º LP, que era uma coletânea com a música “Coração Machucado” de Guto Laureano, um Funk Melody, pela extinta gravadora Vinil Press,.
    Em dezembro de 2001, teve seu 1º contato com o Hip Hop, através de um Rap gospel.,
    Em 2002 através de uma festa de rua que lhe daria projeção como produtora cultural, teve como proposta trazer entretenimento cultural para a comunidade local e adjacentes ao centro de Vilar dos Teles que é cercado por comunidades carentes, como o Morro do Pau Branco, Morro do Conceito, Bairros do Jardim Botânico, Jardim Paraíso, Jardim Íris e Praça da Bandeira, localizados no município de São João de Meriti, que tem pouco ou nenhum acesso a cultura, foi a partir desta festa que viu a oportunidade de colocar artistas de Hip Hop para compor parte das apresentações, fazendo assim uma maneira de que, aquela forma de falar e protestar de forma pacífica e racional através do Rap, pudesse incutir um desejo de mudança nas políticas públicas daquela localidade e poderia dar oportunidades a novos talentos não só da Cultura Hip Hop como artistas de Funk , Dança e Samba.
    Nomes como TENTASAMBA, BONDE DO VINHO, GUINDASTE 121 (de Brasília), IMAGINASAMBA, PEPÊ E NENÊM, AS THUTHUCAS, MV BILL fizeram de sua festa um verdadeiro sucesso; ruas lotadas, barracas típicas e atrações, o povo a adorava.
    Ela, Andreia Ravell acabou se apaixonando pelo Rap; Pela forma de que ele se expressava para mostrar protesto sem sangue.
    Associando-se à lideres comunitários e de grupos artísticos do HIP HOP reconheceu o poder cultural e comportamental exercido pelo movimento, compreendendo que esse seria o melhor caminho de estar junto à comunidade; tanto no intuito de reconhecer as necessidades individuais de cada cidadão, tão como abrir caminhos para reivindicações junto ao poder público..
    Em 2003, nasce a 4E, a princípio como proposta de se criar uma premiação para o movimento da Cultura Hip Hop + de uma forma diferente do que já havia no mercado… Vislumbrou a possibilidade de se premiar só realmente quem merecesse ganhar o prêmio, através de um festival de talentos onde a votação seria feita de forma presencial e não indicativa, onde todas as categorias fossem julgadas na hora e que ganhasse o melhor! E assim foi fundado o nome 4E, a partir da idéia do “PRÊMIO 4E”, o Prêmio dos 4 Elementos da Cultura Hip Hop!
    Em outubro de 2004, é realizado o 1º projeto usando a sigla 4E; Um evento de Rap Gospel na quadra da escola Unidos da Ponte, com DJ Alpiste e o grupo Consciência e Verdade.
    Em 09 de setembro de 2005, ela produz sua 1ª festa Black na lapa, na QUADRA UNIDOS DA LAPA, com o nome “A Noite dos Pretos de Elite” foi a segunda vez que á 4E realizou uma produção cultural.

    Link da festa: http://br.groups.yahoo.com/group/pvnc/message/2908

    Em setembro de 2006 viaja pra a Europa, afim de fazer um intercâmbio cultural e volta a cantar fazendo algumas apresentações por lá. Foi uma viajem de grande valia do ponto de vista cultural e profissional, pois fez amizade com um dos maiores Rappers da Europa BOSS ACE, e conheceu Nomes como SKIPE MARTIN, JÁ RULE E AKON, que estavam de passagem por lá.

    Ravell e Akon
    E assim foi-se aumentando o desejo de consolidar a Cultura Hip Hop à sua vida, de forma a poder alcançar + pessoas que também se identificasse com o movimento e pudessem ser fator multiplicador, disseminando a Cultura hip Hop não só como um movimento Cultural, mas sim como um projeto de vida.
    No dia 04 de abril, uma quarta-feira de tempo muito bom, como se até o clima quisesse o acontecimento, foi inaugurada a sede da 4E, um centro de profissionalização destes artistas em potencial e anônimos.
    Momento da fundação da 4E que deu legalidade e condições para a execução desses projetos e possibilidades de atender um numero muito maior de crianças, adolescentes e jovens.
    Unindo aos propósitos do próprio movimento Hip Hop, a determinação da fundadora e um grupo de voluntários e profissionais da área cultural e social, comprometidos com a causa a 4E ,tem se alcançado alguns resultados .
    Porem é necessário muito mais ação ; para que possamos mudar esse quadro de total abandono e miséria; com ausência de estrutura familiar, sócio-política e recursos econômicos, desestrutura que apenas promove a degradação dos valores e dos cidadãos ,resultando num processo de desajustes pessoais, coletivos e viciosos da violência e de sua banalização gerando apenas os já conhecidos trágicos resultados estatísticos..

    Através dos quatros elementos da cultura Hip Hop: BREAK, DJ, GRAFITE E O RAP , a 4E entende que este é um movimento urbano, cultural e comportamental, sendo hoje o movimento globalizado que mais cresce no mundo..
    Difundido entre as mais diferentes classes sociais e principalmente usado como linguagem de protesto ao sistema pelas classes menos favorecidas e de baixo IDH, a cultura Hip Hop tem também a função de agregar valores, cidadania e respeito ao próximo.
    A 4E tem associado atividades esportivas como o Basquete tradicional de quadra e demais seguimentos culturais, como o teatro e Oficina de Tranças, e tem conseguido abrir novas perspectivas para a profissionalização de artistas e jovens atletas.
    Dentro deste propósito a instituição mantém em sua sede cursos profissionalizantes e oficinas, dos 4 Elementos do Hip Hop, Teatro,Tranças Afro, Street Dance, e oferece oficinas de Basquete em parceria com a Vila Olímpica da Gamboa e a A.E.C Associação dos Empregados no Comércio, para crianças a partir dos 10 anos.
    Com um time oficial a instituição iniciou sua trajetória participando de campeonatos e eventos. Formando uma nova geração de atletas. A 4E busca parcerias através de times e clubes oficias para encaminhá-los ao mercado de trabalho, pois a 4E acredita que o “Esporte Muda Vidas”

    Todos os cursos têm inserido em seu cronograma aulas de cidadania e direitos civis de modo que nossos alunos possam sair daqui com uma formação não só profissional e sim com uma mentalidade politizada sobre quem realmente são e que direitos teêm de fato, quanto Cidadãos Brasileiros.
    Para efetivar seus objetivos a 4E projeta e executa campanhas de conscientização, eventos culturais e esportivos afim de trazer inclusão sócio-cultural e proporcionar aos seus alunos e atletas a introdução no mercado e maior integração com sua comunidade e a sociedade civil.

    Público Alvo

    Crianças a partir dos 8 anos á jovens na faixa-etária de 25 anos;
    Artistas dos Elementos da Cultura Hip Hop;
    Artistas de variados seguimentos Sócio-culturais, a procura de se profissionalizar;

    Atletas de Basquete , Streetball e Skate;
    Mulheres que sofrem qualquer tipo de violência;
    Pessoas que sofrem de Racismo;

    Pessoas que queiram de algum modo se juntar a esta corrente de empoderamento ao povo das classes C, D , e F.

    E no dia 29 de novembro de 2008, a 4E faz mais uma festa:

    1ª INTERCULTURAL 4E – ARTE URBANA E BASQUETE
    LARGO DA CARIOCA – DE 09:00 ÀS 18:00H
    Com várias atrações do mundo black carioca e nacional.
    Graffiti ao vivo / feria afro / batalha de break / batalha de mc´s / oficinas gratuitas.
    CARLOS DAFE e banda, AFRO X, S`PEED FREAKS.
    Kapella / Manuscritos / Cão Pá Trás / Atari Funkerz / Ravell / Kmkz
    D´s: Cia/ mosc@ / A / Boneco / Scooby / Cris Soul / Lp / Marcelinho Mg

    Deixe um comentário: